CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

quarta-feira, 23 de março de 2011

BATEU A MIÚDINHA NO GREMIO !

Renato Gaúcho lamenta sequência de lesões:
 'Está faltando maca'


Técnico lista jogadores lesionados ou com problemas clínicos que estão fora

Por Eduardo Cecconi -Porto Alegre-GLOBO.COM
Carlos Alberto é um dos lesionados do Grêmio

No Grêmio, o diagnóstico é unânime: caiu o rendimento da equipe, apesar dos bons resultados recentes, e a pegada - característica histórica do clube - também diminuiu. Dirigentes, técnico e jogadores admitem que é preciso melhorar nos dois aspectos, o quanto antes, para recuperar as atuações que empolgaram os gremistas no segundo semestre de 2010.

Segundo Renato Gaúcho, uma das explicações está na sequência de lesões e problemas clínicos de jogadores importantes. Hoje, estão vetados os centroavantes André Lima e Borges, o lateral-direito Gabriel e o meia Carlos Alberto, além de jovens egressos das categorias de base como Pessalli e Willian Magrão. E Júnior Viçosa é dúvida. Adilson, Mário Fernandes e Marcelo Grohe recém retornaram aos treinos.

- Estou com muitos problemas. Muitos problemas mesmo. Temos de tomar cuidado para não perder mais jogadores. O departamento médico está cheio. Depois da grama sintética já perdemos dois ou três garotos, o Magrão, o Pessalli, o Romário sentiu só no treino. Se você entrar hoje no departamento médico está faltando maca, de tanta gente - afirmou, referindo-se à vitória por 3 a 0 sobre o Porto Alegre, em partida disputada no piso artificial do Estádio Passo D'Areia.

Renato lembra que é difícil recuperar o desempenho com tantos desfalques:

- A gente quer voltar a jogar bem, mas tem equipe jogando bem e ficando pelo caminho. O mais importante é conseguir os resultados. É lógico que a gente quer voltar a jogar bem, principalmente como era no ano passado. Qualquer equipe no mundo tem uma recaída, aconteceu com o Grêmio. Fica difícil retomar esse desempenho, manter o entrosamento, se cada dia é uma equipe. Temos problemas, lesões, viagens, Libertadores, Gauchão...pior seria jogar mal e não conseguir as vitórias.

O treinador apega-se à saída rápida dos jogadores entregues aos médicos para poder escalar o time que enfrentará o Inter-SM às 19h30m (de Brasília) de quinta-feira - embora admita que boa parte deles já foi vetada.

- Eu quero o pessoal fora do departamento médico para ontem. Senão, não tenho nem um time para colocar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário