CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

quinta-feira, 31 de março de 2011

ROTH APROVA D'ALE E OSCAR JUNTOS...

.... mas exige mais deles

Treinador vê pequenos detalhes táticos para consertar e pede maior participação dos dois meias

Por Alexandre Alliatti -Porto Alegre-globo.com


Oscar, com um gol e passe para outro, foi o destaque do Inter nesta quarta (Foto: Lucas Uebel / Vipcomm)D’Alessandro e Oscar, Oscar e D’Alessandro. Anima a torcida do Inter pensar no que a dupla de criadores pode render ao longo da Libertadores. Contra o Jorge Wilstermann, nesta quarta-feira, o principal craque e a maior promessa do Beira-Rio capitanearam a vitória por 3 a 0 - Oscar fez um gol e deu o passe para mais um, marcado justamente por D'Alessandro. O técnico Celso Roth fez elogios ao rendimento dos atletas, mas com ressalvas. Ele quer mais dos jogadores.
Na visão de Roth, D’Alessandro e Oscar podem melhorar em aspectos táticos. Na parte técnica, ele se derreteu pela dupla.

- Tecnicamente, eles foram bem. Precisam melhora a participação sem a bola, com um pouco mais de atenção. Tecnicamente, eles sobraram. Mas precisam ser mais combativos. Em jogos de qualidade técnica mais equilibrada, precisaremos de participação maior deles. É difícil o adversário marcar os dois. O que precisamos é de equilíbrio sem a bola. Isso vem com o tempo – disse o treinador.

O que Roth quer é maior composição dos dois jogadores: que eles se aproximem dos volantes, que formem um conjunto mais sólido, que deem corpo ao setor. Para ele, eventuais dispersões são consequência natural do talento dos meias, mas a ideia é corrigir isso.

- Tivemos no primeiro tempo um probleminha tático, que dificilmente se enxerga. O Oscar e o D’Alessandro, pela qualidade técnica que têm, às vezes se desligam e ficam longe. Quando temos a bola, eles têm que ficar mais próximos dos volantes, para ficar um meio-campo mais cheio. Quando o Lauro quebra a bola, pegamos bem a primeira bola, mas na segunda os meias precisam estar mais próximos. São detalhezinhos que eles precisam melhorar.

Para o jogo contra o Jaguares, na quarta-feira da semana que vem, no México, o Inter terá o retorno de Bolatti, que estava a serviço da seleção argentina. A tendência é de que ocorra uma troca simples, com a saída de Wilson Matias, mas não deve ser descartada a possibilidade de Roth sacar um meia para dar mais solidez defensiva à equipe em um jogo fora de casa.

fotos e matéria globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário