CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

MAURREN MAGGI É TRI EM GUADALAJARA.

26/10/2011 21h50 - Atualizado em 26/10/2011 22h17


Com melhor marca do ano, Maurren Maggi voa e leva o tricampeonato

Brasileira deixa para trás decepção do Mundial de Daegu e conquista seu terceiro título pan-americano no salto com vara de Guadalajara

Por Lydia Gismondi
Direto de Guadalajara, México
GLOBO.COM


O resultado ruim no Mundial de Daegu, quando terminou apenas em 11° lugar, ficou para trás. Os três dedos mostrados para o técnico Nélio Moura apontavam o que tinha acabado de alcançar. As lágrimas agora eram de alegria e não de decepção. Com os 6,94m alcançados na final do salto em distância dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, Maurren Maggi não deu chances às rivais. Nesta quarta-feira, a campeã olímpica voou e garantiu o tricampeonato, com direito a melhor marca do mundo nesta temporada.


Desta vez, a dobradinha comemorada há quatro anos não foi possível. Keila Costa não ficou na quinta colocação (6,37m) e viu a americana Shameka Marshall (6,73m) e a colombiana Chatherine Ibarguen (6,63m) completarem o pódio.
Maurren Maggi sobrou na disputa e confirmou seu favoritismo (Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm)A distância para o terceiro título começou a ficar mais curta já no segundo salto. Maurren atingiu 6,80m e o sorriso deixava claro que ela podia mais. Partiu para a terceira tentativa, atingiu 6,94m e colocou de vez as mãos na medalha que tanto queria. A partir dali a disputa não era mais com as adversárias e sim com ela mesma. Já tinha a melhor marca do mundo em 2011, só que queria chegar aos 7,00m. Não deu.

Maurren já estava satisfeita. Confirmava ali estar no caminho certo depois de uma temporada marcada por lesões. A relação afetiva com a competição estava intacta. No primeiro ouro, em Winnipeg-99, seu o rosto ficou conhecido e as portas se abriram. No segundo, na edição do Rio-2007, marcou a retomada da carreira após uma suspensão por doping. O terceiro, nesta quarta-feira em Guadalajara, serviu para retomar a confiança depois de um Mundial tão amargo. Os olhos agora se voltam para as Olimpíadas de Londres-2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário