CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

sexta-feira, 17 de maio de 2013

GRÊMIO FRACASSA NA LIBERTADORES.


Luís Henrique Benfica, Enviado especial a Bogotá-Colômbia
O futuro tricolor17/05/2013 | 01h03

Fracasso na Libertadores compromete finanças e trabalho de Luxa no Grêmio

Conquista do Brasileirão e da Copa do Brasil viram principais objetivos em 2013

Um panorama preocupante se descortina para o Grêmio a partir do fracasso na Libertadores. A queda na competição mais valorizada do calendário lança dúvidas sobre o trabalho de Vanderlei Luxemburgo, compromete as finanças e abala a autoestima da torcida. O Brasileirão e a Copa do Brasil viram os principais objetivos.
LuxemburgoSem nenhum título desde sua chegada ao Grêmio, há 15 meses, Vanderlei Luxemburgo se vê no centro de contestações. A queda na Libertadores é o que mais incomoda a torcida, já aborrecida pela eliminação no Gauchão sem nem mesmo disputar uma final de turno. A direção atendeu aos desejos do treinador e investiu pesado para trazer nomes como Vargas e Barcos, inchando a folha de pagamento. Como defesa, Luxemburgo argumenta que o mais importante é o clube retomar a cultura de competição, criando uma identidade que possibilitará a conquista do título. Sua demissão, contudo, é improvável. A única certeza é que o trabalho passará por reavaliação.
 
FinançasA eliminação da Copa Libertadores também acarreta para o Grêmio uma considerável perda financeira. Só em prêmios pagos pela Conmebol e direitos de transmissão, o campeão arrecada R$ 6 milhões. Cifras que engordam com bilheterias, patrocínio e venda de produtos licenciados. No atual contexto,  qualquer perda de recurso é dramática para o Grêmio. Sem caixa, o clube já havia pedido à OAS, construtora da Arena, a antecipação do repasse anual de R$  10 milhões. E já vê completar o quinto mês sem pagar os R$ 3,4 milhões relativos ao espaço que os associados ocupam no seu novo estádio. A dívida, assim,  se aproxima de R$ 17 milhões.
 
Copa do Brasil e BrasileirãoO ingresso na Copa do Brasil, competição em que o clube é especialista, poderia servir de consolo para a torcida. Mas isso não é coisa para agora. Se seguisse ou não na Libertadores, o Grêmio só passaria a participar deste torneio a partir de agosto, na fase de oitavas de final. A estreia no Brasileirão será em 26 de maio, contra o Náutico, no Alfredo Jaconi (devido a uma punição).
 
Quem saiA fotografia do grupo gremista já começou a mudar para o segundo semestre. Quatro jogadores deixaram ou deixarão o clube nos próximos dias. O centroavante Marcelo Moreno e o zagueiro Douglas Grolli foram emprestados ao Flamengo e ao São Caetano, respectivamente, até o final da temporada. O meia Facundo Bertoglio não terá seu empréstimo renovado e retornará ao ucraniano Dínamo de Kiev. Quem também está na barca é o atacante Willian José, repassado ao Santos. Com o término da participação na Libertadores, segundo o contrato de empréstimo, caso Napoli e Arsenal solicitem, Eduardo Vargas e André Santos podem voltar aos seus clubes.
 
Quem chegaDe olho no Brasileirão e na Copa do Brasil, o Grêmio contratou duas revelações. O zagueiro Gabriel, 24 anos, ex-Lajeadense, que até participou de jogos na Libertadores, é boa opção na defesa. Para o meio-campo, a aposta é no meia uruguaio Maxi Rodríguez, 22 anos, que chegou após destacar-se no Montevideo Wanderers. O clube ainda busca mais reforços para o setor defensivo. O lateral-direito Maicon, atualmente no Manchester City, pode ser repatriado. A direção também procura um zagueiro experiente e o nome de Henrique, do Palmeiras, é analisado. Garotos da base como os atacantes Lucas Coelho e Yuri Mamute, além dos meias Guilherme e Matheus Biteco, podem ganhar chances.

Nenhum comentário:

Postar um comentário