CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

INTER CORRE ATRÁS E CONSEGUE EMPATE.

Inter corre atrás e busca empate em 2 a 2 contra o Atlético-PR

Apesar da presença da torcida na “nova casa”, time de Dunga fica atrás duas vezes no marcador

Inter empatou em 2 a 2 com o Atlético-PR. Veja mais fotos
Crédito: Ricardo Rímoli / Lancepress / CP
Na sua estreia na “nova casa”, o Inter precisou suar para evitar a derrota, neste domingo, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. E conseguiu. Após ficar por duas vezes atrás do placar contra o Atlético-PR, o Colorado deixou tudo igual no fim do jogo e encerra a 13ª rodada do Brasileirão somando ao menos um ponto.

Agora tendo 20 pontos somados, o Inter se mantém na sexta colocação, imediatamente atrás do próprio Atlético-PR, que tem a mesma pontuação, mas leva vantagem nos critérios. Na próxima quinta-feira, o time de Dunga encara o Botafogo, na primeira partida do time gaúcho no reformado Maracanã.

Gol-relâmpago atordoa Inter 

Trinta e sete segundos. Este foi o tempo que a bola levou para sair do meio-campo e balançar as redes do goleiro Muriel assim que o jogo começou em Novo Hamburgo. E após uma patada forte de fora da área, João Paulo tornou-se o autor do gol mais rápido do Brasileirão. Azar foi do Inter.

Zonzo, os comandados de Dunga passaram a enfrentar dificuldades dentro de casa – que, por sinal, estava cheia de colorados. Mas o drama em vermelho e branco não chegou a ser longo. Aos 14, D'Alessandro cobrou falta ao lado da área. A bola sobrou para Juan, que completou para o fundo das redes, deixando tudo igual no marcador.

Acalmados os ânimos, os colorados foram crescendo na partida. Scocco, com grande atuação, quase virou aos 18, quando se livrou da marcação e soltou a bomba, para grande defesa do goleiro Wéverton. Mais tarde, o argentino foi à ponta esquerda e cruzou para Leandro Damião, que desviou para a trave.

Insistência e gol no fim

O segundo gol colorado, que parecia questão de tempo no fim do primeiro tempo, deu pinta que iria acontecer logo, logo no segundo. Mas o tempo foi passando. Aos 6, Scocco errou o alvo, depois, Cláudio Winck – que entrara havia pouco na vaga de Ednei – também mandou para fora. Aos 26, Damião tocou para Alex na área paranaense. O meia mandou na trave.

O Atlético-PR, por sua vez, não se assustou e tratou de se manter atacando, ainda que estivesse faltando uma chance clara. Ela apareceu aos 29. E Ederson aproveitou. Depois de cruzamento da direita, o atacante apareceu no meio da área e chutou sem chances para Muriel.

Restou ao Inter se jogar ao ataque. Mas quando Leandro Damião e, na sequência, Caio, erraram na cara do goleiro, a coisa parecia que complicaria. Menos mal aos torcedores que lotaram o Estádio do Vale que os comandados de Dunga não se entregaram. E, aos 42, Leandro Damião achou Otávio, que fintou a marcação e chutou. A bola ainda bateu no ex-colorado Luiz Alberto e enganou o goleiro: 2 a 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário