CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

sexta-feira, 15 de maio de 2015

MP da Argentina decide fechar La Bombonera

Incidente no estádio provocou suspensão de clássico entre Boca e River, pela Libertadores

Um drone entrou no estádio do Boca Juniors durante a paralisação | Foto: Juan Barreto / AFP / CP
Um drone entrou no estádio do Boca Juniors durante a paralisação | Foto: Juan Barreto / AFP / CPovo
  • Pouco mais de 12 horas depois do incidente que provocou a supensão do Superclássico entre Boca Juniors e River Plate, válido pelas oitavas de final da Libertadores, o Ministério Público da Argentina decidiu nesta sexta-feira fechar o estádio La Bombonera. A informação é do site da ESPN e a decisão foi divulgada pelo canal C5N.   

Em entrevista ao canal C5N, o promotor geral de Buenos Aires, Martín Ocampo, afirmou que o local deve ser inspecionado ainda nesta sexta pelas autoridades. Na noite dessa quinta-feira, após o primeiro tempo, os jogadores do River retornavam ao gramado para a disputa da etapa complementar e foram agredidos por gás de pimenta no túnel inflável que dá acesso ao campo.

Conforme a ESPN, quatro jogadores do River, Leonardo Ponzio, Ramiro Funes Mori, Matías Kranevitter e Vangioni, sofreram queimaduras de primeiro grau e reação alérgica e precisaram de pronto atendimento médico. O duelo ficou paralisado por mais de uma hora até a Conmebol e a arbitragem decidirem suspender o jogo.

O campo afirmou que as medidas cabíveis serão tomadas após o ocorrido. "Queremos deixar claro aos cidadãos que se está investigando o que aconteceu pela cidade. Depois, as medidas apropriadas serão tomadas a partir da promotoria que cuida do caso", garantiu.

O secretário de segurança nacional da Argentina, Sergio Berni, isentou a polícia de culpa pelo incidente em La Bombonera. Berni responsabilizou o Boca Juniors e relatou ainda uma suposta negligência no momento de gerir a segurança interna.


Nenhum comentário:

Postar um comentário