CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

domingo, 31 de janeiro de 2016

GAUCHÃO TEM JOGO CANCELADO.

O Jogo Inter x Ipiranga foi cancelado pela
Federação devido aos estragos causados ao
entorno do Gigante da Beira Rio pela
tempestade que devastou parte da região
central de Porto Alegre.
A nova data é sabado de carnaval,
dia 06 de fevereiro às 17 horas.

sábado, 30 de janeiro de 2016

COMEÇA HOJE O GAUCHÃO 2016.

Começa hoje o Campeonato Gaúcho edição 2016 com a dupla Grenal
buscando o Título da edição.
O Grêmio quer quebrar a hegemonia Colorada e impedir que os Vermelhos
conquistem o Hexacampeonato pela terceira vez.
No domingo o Grêmio vai a Caxias enfrentar o Brasil de Pelotas e o
Colorado contra o Ypiranga de Erechim a partir das 19:30 horas.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

CERRO LARGO FUTSAL AVANÇA NA TAÇA POMAR;

Cerro Largo Futsal vence e garante classificação na Taça Pomar

Após vencer na estréia por 2×0, em seu segundo compromisso pela Taça Pomar Terra dos Gêmeos, o Cerro Largo Futsal/Pingo Center/Agropecuária Laçador/Pedreira Gribeler/Comercial de Peças Krentkoski enfrentou a equipe da Multi Vidros de Cândido Godói na quarta-feira (27), e venceu por 2×1. Com o resultado o time garantiu a classificação para as quartas de finais, com uma rodada de antecedência.
A próxima partida do Cerro Largo Futsal será contra Roque Gonzales. Os dois já tem a classificação garantida e jogam para definir o primeiro lugar da chave. O jogo ocorre na segunda-feira, dia 01/02, a partir das 22h30min, no ginásio de Cândido Godói. Em caso de empate, Cerro Largo garante a primeira colocação, pelos critérios.
O jogo
Com pretensões de sair logo na frente, o Cerro Largo Futsal foi pra cima do Multi Vidros. A primeira grande chance ocorreu com pouco mais de 2min, quando Lauri escapou da marcação e ia tirar do goleiro do Multi Vidros, quando este ainda conseguiu tocar na bola, tirando do jogador. Mais tarde o mesmo Lauri ainda acertaria a trave.
O goleiro Lucas, do Cerro Largo Futsal, começou a aparecer cada vez mais no jogo à medida que ficava mais difícil para seu time abrir o marcador. Aos 7min Rodrigo limpou Piti e chutou forte da entrada da área, para defesa de Lucas. Aos 16min o Cerro Largo conseguiu abrir o marcador, quando Silas recebeu na área e tocou na saída do goleiro, que não conseguiu segurar e a bola entrou mansamente.
O Cerro Largo Futsal conseguiu levar a vantagem de 1×0 para o intervalo, mas começou a segunda etapa errando muitos passes e tomando pressão do adversário. Foi em uma escapada de Alexandre pela direita que veio cruzamento para o pivô Silas fazer o seu segundo gol no jogo, aos 5min36seg.
A partir daí o jogo ficou ainda mais aberto e os goleiros fizeram a diferença. Restando 1min para o fim, o goleiro Lucas sentiu e foi substituído por Marcos. A pressão do Multi Vidros se tornou maior nesse período e Dirceu conseguiu descontar, quando restavam 48seg para o término da partida. Ainda antes do apito final o Multi Vidros chutou uma bola na trave, mas o placar permaneceu em 2 x 1, com mais uma vitória para o Cerro Largo Futsal.
Por Genaro Caetano


ESPORTE INTERATIVO QUER O BRASILEIRÃO NA TV ABERTA.

Pelo Brasileiro, EI oferece em contrato falar naming rights do estádio
rodrigomattos-uol
28/01/2016 05:00

Em sua estratégia para levar uma parte do Brasileiro, o Esporte Interativo propôs agrados no contrato de TV fechada para clubes que a Globo não oferece, além de um valor bem superior à emissora carioca. Entre as ideias, está incluir no acordo a previsão de falar os naming rights de estádios. Um dos clubes que o canal da Turner quer atrair é justamente o Palmeiras cujo nome do Allianz Parque não é falado pela Globo.
O Esporte Interativo tem uma reunião importante com os dirigentes de sete clubes, Santos, Fluminense, Internacional, Grêmio, Coritiba, Atlético-PR e Bahia, nesta quinta-feira. O blog apurou com as partes que houve acordo sobre vários pontos, mas ainda há discordâncias sobre questões técnicas. Esse é o empecilho da negociação.
A proposta do EI é de R$ 550 milhões para todos os 20 clubes. Como será impossível assinar com todos, já que sete fecharam com a Globo, esse valor cairia proporcionalmente ao número de times que entrarem no acordo, embora a conta não seja exata. Mas, ainda assim, o montante seguiria bem superior ao do Sportv.
Executivos do canal dizem aos cartolas de clubes que sua proposta é nove vezes maior do que a do Sportv, como mostrou o blog do Perrone. Dirigentes de times envolvidos na negociação confirmam que o valor é muito superior, embora não falem com precisão sobre a diferença.
A estratégia da Globo é jogar com o seu valor global, incluindo TV Aberta e pay-per-view. Executivos do Esporte Interativo têm insistido com os dirigentes que eles devem considerar a proposta sozinha.
Além disso, o canal da Turner tem proposto agrados que a Globo se recusa a dar. Primeiro, garantem em contrato que falarão nas transmissões todos os nomes oficiais de estádios como o Allianz Parque. Isso poderia atrair, por exemplo, o Palmeiras que é um dos alvos do Esporte Interativo.  Houve conversas entre o canal e a diretoria do clube, mas o alviverde não está no grupo de negociação atual.
Outros agrados aos clubes são horários de jogos mais cedo do que 22 horas, o que é exigido pela Globo. Há ainda a possibilidade de os clubes escolherem a forma de dividir as receitas do bolo da forma que quiserem. Os times optaram pelo modelo da Premier League, com 50% igual, 25% em audiência e 25% por colocação.
Além do Palmeiras, a intenção do Esporte Interativo é ampliar o número de clubes na mesa. Flamengo e São Paulo já tiveram conversas, e o canal tem falado com todos os outros que ainda não fecharam com a Globo.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

INTER X CORITIBA HOJE NO BEIRA RIO.

O Colorado gaúcho estréia na Primeira Liga
logo mais a noite frente o Coritiba ,
pela moralidade do futebol Brasileiro.
Considerado amistoso pela CBF,
a partida faz parte do carnê desta
competição organizada pelos clubes
que pretendem e querem mudanças
mais profundas no nosso Futebol.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

SÉRIE OURO DO ESTADUAL RS.

Definida fórmula do Estadual Série Ouro 2016

















Em reunião realizada nesta terça-feira (26), na cidade de Porto Alegre, clubes participantes do Estadual de Futsal Série Ouro 2016 e Federação Gaúcha de Futebol de Salão (FGFS) definiram a fórmula da disputa para esta temporada, além de também serem divulgadas algumas novidades.

Na primeira fase do campeonato os 14 times serão distribuídos em dois grupos de sete e se enfrentarão em turno e returno. Os dois últimos de cada chave jogarão o “torneio da morte”, no sistema todos contra todos, onde se definirão os dois rebaixados para a Série Prata 2017 – a última fez que o torneio da morte havia sido disputado foi na Ouro 2013, retornando agora em 2016.

Para a segunda fase passam os cinco melhores de cada chave, que serão novamente divididos em dois grupos, de onde serão definidos os quatro melhores que avançam para as semifinais. 
O Estadual Série Ouro inicia no dia 14 de maio. 

Grupos da segunda fase

Chave C: 1º, 3º e 5º da Chave A e 2º e 4º da Chave B
Chave D: 1º, 3º e 5º da Chave B e 2º e 4º da Chave A  

Patrocinadores

Durante a reunião também foi informado sobre o rompimento de contrato entre a FGFS e a Penalty, sendo que agora a bola oficial da Federação Gaúcha passa a ser a Kagiva. Nesta temporada a FGFS também contará com o apoio do Banrisul, que custeará parte dos gastos com a arbitragem.

Por Genaro Caetano 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

A CBF NÃO QUER QUE O FUTEBOL BRASILEIRO TENHA EVOLUÇÃO.

A posição manifestada por escrito da CBF não autorizando a realização
da 1ª. Liga dos /clubes(Minas-RS-SC-RJ)  abre um novo round nesta
briga que os Clubes Brasileiros não podem recuar para o bem do Futebol do
nosso País.

Esta corja de dirigentes que manobram o nosso futebol, enchendo os bolsos,
com Federações tendo sedes nababescas enquanto os clubes principalmente
os do Interior do Brasil definham a sua própria sorte.

A limpa que precisa ser feita no futebol  brasileiro não pode ser contida
por "essa turma" que até agora vem mandando e dando cartas de mão.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

CBF AUMENTA MESADA DAS FEDERAÇÕES .

Federações com sedes Nababescas e times sem campo
para jogar e Estádios caindo os pedaços, além dos
regionalitos cada vez mais relegados a segundo plano.

Notícia de que a CBF aumentou a mesadas das
27 Federações no Brasil de R$ 5o mil para
R$ 75 mil mensais para ter apoio eleitoral é
uma daquelas notícias muito ruim para o
País do Futebol.

Cadê os times de 11. 
Façam um levantamento nos 
municípios e vejam o que a política em geral fez com o
futebol brasileiro.

Estamos no fundo do Poço.
É hora de uma reviravolta gigantesca com 
um plano Nacional de reerguimento do
esporte bretão no País.

Afinal !
Temos ou não temos 100 milhões de
dólares da FIFA para serem empregados em
centros de treinamento pelo Brasil afora ??????

É só não deixar este dinheiro cair na mãos dos Políticos,
porque daí com certeza ele sumirá rapidinho para
contas no exterior.

Não devemos ter vergonha de copiarmos o
modelo Alemão que acabou nos goleando de 7x1
aqui na nossa casa na Copa de 2014.
Eles empregaram direitinho o dinheiro o
 do Legado FIFA da Copa de 2006.

Dinheiro bem empregado e trabalho sério.
Acorda Povo esportista Brasileiro.
Ainda é tempo de virarmos este jogo !

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

GRÊMIO DISFARÇA MAS QUER ROBINHO.

O Grêmio esta trabalhando nos bastidores para
trazer Robinho.
Uma operação de marketing bem feita certamente
dará aquele UP aos tricolores na Libertadores.
Eu também quero o craque  no Inter.
Direção Colorada deveria entrar na briga,
pois a qualidade do meia atacante é indiscutível
e sem dúvida é a cereja do bolo para qualquer 
equipe Brasileira.
Quem gasta 450 mil com o atacante Hi-Men,
pode gastar 600,700 com o Robinho.
Parceria não deve faltar para este negócio.
Um investimento com retorno garantido !

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

CERRO LARGO VENCE NA ESTRÉIA DA TAÇA POMAR.

Cerro Largo Futsal vence em sua estreia na Taça Pomar


Silas foi o autor dos gols da vitoria do Cerro Largo Futsal
Foto: Genaro Caetano
Em plena fase de preparação para o Estadual de Futsal Série Bronze 2016, o Cerro Largo Futsal/Pingo Center/Agropecuária Laçador/Pedreira Gribeler/Comercial Krentkoski 
teve seu primeiro desafio na 6ª Taça Pomar (competição regional que 
ocorre na cidade de Cândido Godói) na terça-feira, dia 19/01.

O jogo foi disputado contra a AAPG/Agrosul de São Paulo das Missões e 
vencido pelo Cerro Largo por 2x0. A próxima partida do elenco cerro-larguense
 ocorre na semana que vem, na quarta-feira, dia 27, 
contra o Multi Vidros, a partir das 22h.

O jogo

Apesar de não ter saído com a bola, o Cerro Largo Futsal não demorou para
 tomar a posse e iniciou as ofensivas, mas o primeiro lance de perigo ocorreu 
em contra-ataque do time de São Paulo, que quase abriu o placar com Israel.
A resposta de Cerro Largo veio logo aos 2min41seg, quando Alexandre acertou a trave.

Na sequência da partida o time de São Paulo conseguiu criar grandes chances
espreitando o pivô Silas, que recebia todas as bolas de seu time, sofrendo forte marcação.
Outra boa chance do Cerro Largo veio quando Henrique, que entrou no lugar de Silas,
segurou para Mateus chutar a gol, mas o placar ainda teimava em ficar no zero.

O único gol do segundo tempo veio restando 2min10seg para o intervalo.
 Na jogada de pivô, Silas girou e acertou as redes. Ainda antes do intervalo Silas quase 
marcou outro do mesmo jeito, mas o placar ficou em 1x0.

Após o intervalo o Cerro Largo Futsal seguiu apostando na jogada de pivô,
 mas São Paulo das Missões mostrava disposição para empatar a partida.
 Próximo da metade da segunda etapa o goleiro Jocemar salvou o time 
de São Paulo em pelo menos duas chances claras de gol.
 A primeira delas em chute de Silas e a outra em chute de Lauri após receber cruzamento.

São Paulo começou a levar ainda mais perigo na sequência: em bola alta na área, 
Rafael pegou de voleio e a bola foi pra fora por detalhes. Logo após, o goleiro 
Lucas fez grande defesa no chute forte de Israel. Em rápido contra-ataque, 
de novo Israel, só não empatou porque não chegou a tempo de finalizar o passe recebido.

Faltando 5min para o fim do jogo, Adalton limpou a marcação, chutou e o goleiro Jocemar 
teve que trabalhar para evitar o segundo gol de Cerro Largo, mas o segundo gol veio logo
 em seguida, quando Mateus, em passe longo, achou Silas dentro da área. 
O pivô marcou seu segundo tento no jogo, faltando 3min16seg para o apito final. 
Assim se encerrou o marcador na estreia do Cerro Largo Futsal na Taça Pomar.

Por Genaro Caetano 
www.blogdosandrogonçalves

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

TAÇA POMAR DE FUTSAL.

Taça Pomar: resultados da primeira rodada


O início da semana marcou também a largada para a 6ª Taça Pomar de Futsal, 
competição regional que ocorre na cidade de Cândido Godói. 
A primeira rodada foi realizada na segunda-feira (18/01) e teve quatro jogos.

A segunda rodada da Taça Pomar ocorre hoje (19/10), com os seguintes jogos:

20h - Roque Gonzales x Santo Cristo (Feminino)
21h - Hortibom/Porto Xavier x Campina das Missões (Veterano)
22h - AAGP/Agrosul x Cerro Largo Futsal/Pingo Center/Agropecuária Laçador/
Pedreira Gribeler/Comercial de Peças Krentkoski (Masculino Livre)
23h - Moto Peças Lucena/Kiko bebidas x CMD Salvador das Missões/
ACAF/Afucooper (Masculino Livre)

Por Genaro Caetano

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

ATLÉTICO MINEIRO É CAMPEÃO DA FLÓRIDA CUP.

O Galo mineiro sob o comando de
Diego Aguirre, o mesmo que o Pífero demitiu
na semana que o INTER acabou levando 
só 5x0 do Grêmio na Arena, já arranca
com Taça em 2016.
O Atlético sem sombras é um time pronto
e forte candidato ao Título de Mineiro,
Libertadores, Brasileiro, etc e tal.
Já pensou o Aguirre pegando uma 
3 taças neste ano.
Imaginem como será a derrota eleitoral
do seu Victório na eleição Colorada !

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

GRÊMIO SEGUE NA BUSCA DE UM MATADOR.

É unanimidade entre os torcedores
e diretores gremistas que a qualificação
do ataque tricolor passa pela aquisição
de um número 9 matador.
Fazer gol é a necessidade de qualquer time de futebol.
Então, segue a caçada na busca da
solução deste problema que não é exclusivo do Grêmio.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

INTER EMPATE EM 3 X3 COM BAYER LEVERKUSEN .

Um bom empate na estréia do Inter
na Florida Cup.
O placar de 3x3 com nossa ajuda em
2 gols dos alemães deu um sinal positivo
para a a torcida Colorada de que 2016
poderá nos trazer Taças para o Armário.
A boa participação da garotada da base
Colorada também dá um alento de que
poderemos ter muitas alegrias neste ano.
Sasha surpreendeu em  seu retorno pela
boa movimentação e alta velocidade.
Jogar logo de  cara contra uma equipe
com metade da temporada em andamento
foi um teste muito interessante para o
SC Internacional.


quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

INTER ESTRÉIA HOJE NA FLORIDA CUP.

Argel aprontou o time Colorado ontem
para o jogo desta noite frente ao time
alemão Bayer Leverkusen pela 
Florida Cup nos EUA.
A grande novidade no time
do Inter é a volta de
Eduardo Sasha.
Logo mais às 23;30 pelo horário e verão.

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

CERRO LARGO FUTSAL FORA DA TAÇA NOROESTE.

O Hotel Villa Romana / Cerro Largo Futsal / Construtora Pagel, deu adeus à 17ª Taça Noroeste, após derrota na noite de ontem pelo placar de 4 X 1 para o time de Horizontina.

Era grande a expectativa a cerca do jogo, onde o time do Villa Romana / Cerro Largo Futsal / Construtora Pagel, pretendia apagar a derrota da última sexta-feira para o time de Augusto Pestana. Já Horizontina queria provar que o seu grande jogo frente ao forte time do Papparella, não fora obra do acaso. Estava montado o cenário perfeito para um grande jogo, e realmente foi.
Foi um jogo tenso, detalhista, estudado, de poucas chances claras de gols na primeira etapa. Os contra-ataques eram sempre perigosos para os dois lados, mas paravam sempre nos goleiros. Porém, faltando 32 segundos para zerar o cronômetro, Cristian encontrou o espaço necessário para abrir o placar para o time de Horizontina.
No segundo tempo, precisando da virada, o time do Hotel Villa Romana / Cerro Largo Futsal / Pagel, lançou-se ao ataque, mas deixou espaços defensivos que foram aproveitados pelo adversário. Cristian, mais duas vezes e Magui ampliaram. Linguiça ainda descontou. Final Horizontina 4 X 1.
Com o resultado, Horizontina terá a chance de fazer a revanche contra o Papparella. A partida da semifinal será disputada na quarta-feira, 13.
Para o presidente do Cerro Largo Futsal, o objetivo da parceria para a disputa da noroeste era analisar os atletas a disposição da associação bem como possíveis reforços para a disputa do estadual, infelizmente não fomos adiante, porém puderam ser tiradas várias lições durante a disputa.
Agora o Cerro Largo Futsal volta todas suas atenções para a 6ª Taça Pomar, que se inicia na próxima semana, a estréia da equipe é na terça-feira, frente ao time da AAGP de São Paulo das Missões.
1s
Site Cerro Largo Futsal.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

CERRO LARGO FUTSAL JOGA VAGA NA SEMI FINAL HOJE À NOITE.


HOJE PELA TAÇA NOROESTE, HOTEL VILLA ROMANA / CERRO LARGO FUTSAL / PAGEL X HORIZONTINA, VALENDO VAGA NA SEMIFINAL.
Na noite de sexta-feira, 08, no Ginásio Dom Bosco, a equipe do Villa Romana / Cerro Largo futsal / Pagel enfrentou a AAPF de Augusto Pestana, em busca da…
CERROLARGOFUTSAL.COM|POR ADMIN

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

INTER É O MELHOR DO BRASIL NO RANKING DA IFFHS.

Inter é o melhor brasileiro em ranking da IFFHS

Time ficou em 18° por ter sido semifinalista da Libertadores

07/01/2016 - 09h29min | Atualizada em 07/01/2016 - 11h44min
Inter é o melhor brasileiro em ranking da IFFHS Ricardo Duarte/Internacional
Inter ficou à frente de Corinthians, São Paulo e CruzeiroFoto: Ricardo Duarte / Internacional
A Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) divulgou o ranking de melhores clubes do mundo em 2015 e, sem surpresas, o Barcelona lidera a lista. Em segundo lugar ficou a vice-campeã europeia, Juventus, seguida pelo Napoli, ambas equipes da Itália.
Depois de ganhar praticamente tudo que disputou em 2015, o Barça teve larga vantagem na pontuação da IFFHS. Foram 379 pontos contra 286 da Juventus. O Napoli teve 268 pontos, cinco a mais que o Bayern de Munique, quarto lugar. Em quinto lugar no ranking ficou o PSG, seguido pelo Real Madrid.
O melhor clube da América do Sul foi o Independiente Santa Fe, da Colômbia, que venceu a última edição da Copa Sul-Americana. Em sétimo lugar, o clube ficou duas posições a frente do River Plate, nono colocado. Entre eles está a Fiorentina.
D'Alessandro se reapresenta, mas não faz atividades com o grupoO melhor brasileiro do ranking é o Inter, semifinalista da última edição da Libertadores. Em 18º lugar, o Colorado ficou atrás do Boca Juniors (13º) e Tigres (16º). O campeão brasileiro Corinthians ficou em 25º lugar. O Grêmio foi o 129°.
Os melhores do mundo:
1. Barcelona   2. Juventus 3. Napoli 4. Bayern de Munique 5. Paris Saint-Germain
6. Real Madrid 7. Independiente Santa Fe  8. Fiorentina 9. River Plate 10. Wolfsburg
Os melhores do Brasil:
18. Inter    25. Corinthians   32. São Paulo    51. Cruzeiro
69. Atlético Mineiro   103. Santos   129. Grêmio  133. Palmeiras
141. Atlético Paranaense  160. Chapecoense 160. Sport 197. Fluminense 

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

CANCELADO SHOW DO NATAL LUZ..

A Prefeitura Municipal via secretaria
de Industria e  Comércio cancelou
para logo mais à apresentação dos
Garotos do Fandango como encerramento
do Natal Luz Missioneiro.
Será acertada uma nova data.
O mau tempo e a previsão de que poderia
haver chuva logo mais à noite levou
a Administração Municipal a 
cancelar a programação deste dia 06.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

ENTREVISTA COM PLATINI QUANDO ELE ERA FELIZ.


Ao remexer no meu baú de correspondente internacional, encontrei esta entrevista que fiz com Michel Platini. É o famoso entrar na máquina do tempo para encontrar o antigo e o atual.
*
Jogador adorado pelos torcedores, ex-treinador da Seleção Francesa e atleta mitificado, Michel Platini, 39 anos, atual co-presidente do Comitê de Organização da Copa do Mundo de 1998, que se realizará na França, ama o futebol e acompanha todos os seus movimentos. Casado, dois filhos, bastante apegado à família, ele se deslumbra com a revolução de Cruyff no Barcelona, estuda a evolução dos esquemas táticos e trabalha para que o último mundial do século XX seja um sucesso. Cordial e bem-humorado, Michel Platini concedeu entrevista exclusiva em seu sofisticado gabinete na Federação Francesa de Futebol, na avenida des Champs-Elysées, em Paris, considerada a mais cara e bela do planeta. Em uma conversa franca, o ídolo do esporte francês fez uma radiografia dos grandes clubes da atualidade, Barcelona e Milan, analisou a Seleção Brasileira, favorita, em seu entender, para ficar com o título nos Estados Unidos, revelou a sua preferência pelo futebol-espetáculo e explicou as atividades que desempenha no momento.

– Às vésperas de uma Copa do Mundo é importante fazer um balanço dos estilos de jogo e das equipes, bases das seleções, em evidência. Quais são os melhores times do mundo na atualidade?
Michel Platini – São Paulo, campeão intercontinental, é o melhor clube do planeta. Na Europa, Barcelona e Milan são os maiores destaques. Duas equipes com esquemas e maneiras de atuar totalmente diferentes. O Milan utiliza o 4-4-2, como quase todas as formações europeias, em nome da competição. O Barcelona representa o futuro. Cruyff colocou em cena um estilo novo, ofensivo e arrojado, com dois laterais polivalentes e um central. Em casa, o Barcelona evolui do 3-4-3 ao 3-5-2, passando pelo 3-2-5. Fora, Cruyff torna-se mais cauteloso. A verdade é que fixos no ataque são três, mas os meias e os laterais, polivalentes, avançam com enorme frequência para sufocar o adversário.

– Como o senhor descreveria o esquema do Barcelona na prática?
Michel Platini – Cruyff utiliza dois laterais e um líbero. Os valores individuais são importantes para o conjunto. Koeman, Nadal, Guardiola, Bakero, Stoichkov, Amor e Romário sustentam o estilo idealizado pelo treinador. Atrás, dois homens cumprem a função mais definida de marcação. Existem pelo menos quatro homens para articulação de jogadas com o ataque.

– E o Milan?
Michel Platini – Tudo é muito simples quando se trata do Milan. Para o Barcelona, inovador, o que é importa é o ritmo e a fluência. Já o Milan apoia-se sobre a tradição. Barcelona aposta tudo na opção ofensiva, o que é excelente para o espetáculo, enquanto o Milan procura os resultados acima de tudo. A escolha do Barcelona é perigosa, porém, sejamos claros, quando não se ganha é sempre perigoso. Vencer é a lei. Caso o Barcelona conquiste, por exemplo, a Copa da Europa, a ousadia estará justificada.

– O senhor se sente mais próximo do estilo de Cruyff ou de Capello, do Milan?
Michel Platini – Eu fui treinador durante cinco anos e aprendi que a capacidade de um técnico consiste em encontrar um esquema certo para os jogadores de que dispõe. Se eu tivesse dois bons laterais, eu os colocaria em campo. Em contrário, procuraria uma alternativa mais adequada. Há, entretanto, um detalhe: ousar é fundamental. Temos de necessidade de uma aliança entre a vitória e o espetáculo. Cruyff significa o futebol de amanhã, pois, se ganhar, provará que a beleza não é sinônimo de maus resultados. Capello pensa primeiro na vitória e depois no espetáculo. Cruyff, ao contrário, projeta o espetáculo para a vitória. Atenção: para optar pelo espetáculo há que se ter o material humano indicado. Sem grandes talentos, resta a prudência. Cruyff, não se perde nada em salientar, tornou-se popular por investir na ofensividade. Eis uma qualidade inegável.

– Cruyff é um revolucionário, um sonhador e um homem diferente com um estilo na cabeça para o qual busca dos jogadores certos? As ideias de Cruyff são semelhantes às do treinador Platini?
Michel Platini – Sim. Insisto, porém, na diferença: nem Cruyff, nem Platini e nem Capello tiveram os mesmos jogadores à disposição. Não se trabalha da mesma maneira com homens diferentes. Quem tem Romário atua de um jeito; quem tem Müller, de outro. Cruyff, um defensor do esquema ofensivo, escolheu aqueles que poderia corresponder ao seu projeto. Repito: nada há ver com o 4-4-2 tradicional de Capello. No futuro, a tendência será passar do modelo Milan ao padrão Barcelona. Ver o Barça jogar é extraordinário. Que elegância! Que classe! Que toca de bola! Nada como contar com jogadores polivalentes. Não são cinco atacantes de ofício, como dizem alguns comentaristas, mas três auxiliados por meias extremamente ofensivos. Amor, Guardiola, Koeman, Bakero, enfim, todos sabem atacar.

– O senhor tem acentuado a importância dos jogadores: Capello, com os atletas do Barcelona, faria o mesmo que Cruyff?
Michel Platini – Não sei. Acho difícil traçar o paralelo. É certo que atuam com esquemas antagônicos. Resta, contudo, a relevância do material humano disponível. Cruyff tem Stoichkov. Capello, não.

– Quais são os melhores jogadores do Barcelona e do Milan?
Michel Platini – Baresi, indiscutivelmente, é o melhor do Milan. Koeman, no Barcelona, é importante. Bakero e Guardiola, também. Romário e Stoichkov pertencem a outra categoria: têm mais classe. Eles são completos.

– Como presidente de um clube, o senhor escolheria Cruyff ou Capello como treinador?
Michel Platini – Eu ficaria com Cruyff em razão de sua mentalidade favorável ao espetáculo. Estou convencido de que o futebol não existe sem o público e sem a beleza. É a história que dá o peso de um clube. O PSG, por exemplo, ainda precisa de algum tempo para as grandes conquistas, pois é jovem. Algumas pessoas acusam de Artur Jorge de temer o espetáculo, desejo de garantir resultados. As individualidades contam, volto a Cruyff, mas há muito mais: o espetáculo custo muito caro. Com dinheiro, eu trabalharia pelo espetáculo e o sucesso. Cruyff, é verdade, parte do sistema para os jogadores. Eu, do meu jeito, pegaria os maiores talentos e depois definiria o sistema.

– Um sistema que, em todo caso, seria ofensivo como o de Cruyff?
Michel Platini – Cruyff fez uma declaração fantástica. Segundo ele, no futebol atual os atacantes são obrigados a correr mais do que os defensores. Por vezes, um atacante precisa cobrir 50 a 60 metros para marcar. E Cruyff prefere que sejam os defensores, donos de condições físicas especiais, a correr mais, deixando aos dotados de qualidades técnicas excepcionais as tarefas mais específicas da criação.

– Como o senhor vê a Seleção Brasileira de Carlos Alberto Parreira?
Michel Platini – Muito bem. Uma bela equipe. Favorita a ganhar a Copa do Mundo dos Estados Unidos ao lado da Alemanha, da Itália e da Argentina. Estes são sempre os favoritos. Basta o que esses quatro países já ganharam. A Argentina dependerá ainda da situação de Maradona. O Brasil conta com jogadores completos, brilhantes e em grande fase.

– O senhor utilizaria Mauro Silva e Dunga na mesma equipe?
Michel Platini – Não sei. Pode-se, porém, usar dois líberos sem cair no defensivismo. Basta que eles sejam polivalentes. Um dos segredos do Barcelona é justamente a pluralidade. Cada jogador sabe fazer muitas coisas.

– Parece-lhe o caso de Dunga e Mauro Silva?
Michel Platini – Não sei. Seria necessário um acompanhamento maior do futebol desses atletas para uma avaliação.

– Se o senhor fosse Carlos Alberto Parreira, com os jogadores que ele pode escolher, qual seria a sua opção: espetáculo ou resultado?
Michel Platini – Cruyff tem jogadores para o espetáculo e os títulos. O Brasil também. O problema brasileiro é a oferta: como escolher entre tantos nomes brilhantes? Nunca me surpreendo ao saber que há discordância entre o técnico e os torcedores, pois cabe a este selecionar apenas 11 atletas. Ora, a disponibilidade é tamanha que se torna impossível a unanimidade.

– Já que o se fala dessa grande oferta, o senhor chamaria Raí e não Valdo?
Michel Platini – O futebol não é um esporte individual, mas coletivo. Trata-se de um quebra-cabeça. A montagem correta das peças determina o fim. Raí, em função do esquema do PSG, atravessa uma má-fase. Um treinador pode ter excelentes jogadores que não se adaptem a um 4-4-2. Neste caso, cabe outra solução. Raí é excelente, embora fora do seu estilo. No Brasil, ele é meio-campo e beneficia-se dos passes curtos, do toque de bola e da evolução tramada. Em Paris, não há nada disso: são lançamentos de 60 metros. E ele é lento. Só que impossível esquecer as atuações dele no São Paulo, na Seleção Brasileira, da qual é o capitão, e de tudo o que já mostrou. Para Romário, por exemplo, um atacante, existem maiores facilidade de adaptação. Um meia deve organizar e distribuir a bola. Tudo se complica.

– O projeto de João Havelange de aumentar para 32 o número de seleções que participarão das copas do mundo a partir de 1998 foi elogiado pelo senhor. Por quê? Não se trata apenas de uma artimanha de Havelange para continuar no poder?
Michel Platini – Creio que sim. Trata-se de uma estratégia de Havelange. Mas para a França será bom. Simbolicamente, na última Copa do século, isso surtirá um maravilhoso efeito. Na prática, tudo se complica, pois o número de partidas por dia aumenta, os gastos também e não é certo que o retorno financeiro compense. O fato de ser a derradeira Copa do século XX pode ajudar. Ficará a dúvida para as demais copas. Eu sou francês e tenho que me preocupar com a organização do mundial de 1998. O importante é que os estádios lotem.

– Quais as suas tarefas no Comitê de Organização da Copa de 1998 na atualidade?
Michel Platini – Tenho muito trabalho. Montamos uma equipe. Nada pode escapar. Há que se pensar em instalações para imprensa (virão mais de dez mil jornalistas, entre os quais uma boa quantidade de brasileiros), para as delegações das seleções classificadas, em marketing, segurança, administração, finanças, bilheteria, renovação e construção de estádios. Faremos em Saint-Denis um grande estádio com capacidade para 80 mil pessoas. Temos 15 funcionários agora. Chegaremos a 300.
– A Copa do Mundo dos Estados Unidos será um sucesso?

Michel Platini – Tudo correrá bem. Tudo acontecerá nos estádios. Fora, não se respirará futebol. Os americanos não saíram, ao final, convertidos. Isso demanda muito tempo. A paixão pelo futebol na França faz parte de um percurso histórico longo.

– Até 1998, o senhor continuará na função ou existe a possibilidade de retornar à direção técnica da equipe da França?
Michel Platini – Ficarei aqui. Não tenho saudade do cargo de treinador, pois estou feliz aqui. Fui um jogador, treinador e agora presidente do Comitê. Eu me divirto. Atuo também como comentarista. Os franceses amam falar. Isso funciona. Nem o povo me convencerá a ser treinador da França. Depois de 1998, pensarei no futuro. Ousar é fundamental. Eu me divirto, vou ficar por aqui, pois estou feliz

sábado, 2 de janeiro de 2016

GREMISTAS DA BECKER MOERAM NO DIA 31.

                                 Everton Coloradaço não se afrouxou e participou do retruque
                              gremista da corneta Colorada de 2015. O mesmo estilo de camiseta
                                com a corneta aggora do lado tricolor.Não faltou a mão dos 5x0.
                                 E se o Grêmio cair na Libertadores, Dr. Tiago já confirmou que
                                  entrará com os embargos necessários para manter seu time do
                                                         coração  na competição.