CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

domingo, 10 de julho de 2016

BRASIL VENCE O GRAND PRIX DE WOLLEY.

Brasil vence EUA e conquista o Grand Prix

Equipe conquistou o 11º título da competição


Brasil vence EUA e conquista o Grand Prix | Foto: FIVB / Divulgação / CP

Brasil vence EUA e conquista o Grand Prix | Foto: FIVB / Divulgação / CPOVO


A seleção brasileira feminina venceu os Estados Unidos por 3 sets a 2 (18/25, 25/17, 25/23, 22/25 e 15/9), neste domingo, e conquistou o 11º título do Grand Prix, em 1h56min de jogo, no Huamark Indoor Stadium, em Bangcoc, na Tailândia. A Holanda superou a Rússia por 3 sets a 2 e ficou com a medalha de bronze.
Com o resultado, o time verde e amarelo aumentou o número de conquistas em relação a segunda seleção com mais títulos. Enquanto as brasileiras venceram pela décima primeira vez (1994, 1996, 1998, 2004, 2005, 2006, 2008, 2009, 2013, 2014 e 2016), os Estados Unidos, segunda equipe com mais conquistas, têm seis.

O Brasil terminou a fase final invicto e perdeu apenas dois sets. Ao longo de toda a edição 2016 do Grand Prix, o time verde e amarelo venceu 11 partidas e foi superado em apenas duas na fase de classificação pela Sérvia e China, respectivamente.
O primeiro set começou equilibrado e os Estados Unidos foram para a primeira parada técnica com um de vantagem (8/7). Quando as norte-americanas fizeram 10/7, o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. Os Estados Unidos se destacavam no saque e abriram cinco pontos (14/9). A equipe do treinador Karch Kiraly seguiu melhor, fez 19/14 e o técnico José Roberto Guimarães voltou a parar o jogo. Os Estados Unidos seguiram melhores e venceram o primeiro set por 25/18.
O treinador José Roberto Guimarães trocou as ponteiras no início da segunda parcial. Entrou Jaqueline e saiu Fê Garay. Bem no bloqueio, os Estados Unidos fizeram 7/5. As brasileiras cresceram de produção e viraram o marcador (8/7). Com um ace da central Thaisa, o time verde e amarelo fez 11/9. O Brasil foi para o segundo tempo técnico com três de vantagem (16/13). A ponteira Jaqueline se destacava e as brasileiras fizeram 17/14. O Brasil foi melhor na parte final da parcial e levou a melhor no segundo set por 25/17.
Os Estados Unidos voltaram melhores para o segundo set e fizeram 6/4. O volume de jogo das brasileiras passou a dificultar o jogo das norte-americanas e a equipe verde e amarelo fez quatro pontos seguidos (8/6). Quando o Brasil fez 14/11 foi a vez do técnico norte-americano, Karch Kiraly, pedir tempo. Mesmo com a paralisação, as brasileiras foram para o segundo tempo técnico com quatro de vantagem (16/12). O Brasil segurou uma reação dos Estados Unidos e venceu o terceiro set por 25/23, depois do treinador José Roberto Guimarães usar o recurso do desafio que apontou toque no bloqueio em um ataque da central Thaisa.
O Brasil começou melhor no quarto set e fez 8/7. Os Estados Unidos abriram dois pontos (10/8) e o treinador José Roberto Guimarães pediu tempo. O volume de jogo das brasileiras voltou a aparecer e o Brasil empatou (12/12). Numa bola rápida da central Thaisa, o time verde e amarelo abriu dois pontos (15/13). O final da parcial foi disputado ponto a ponto. Os Estados Unidos aproveitaram os erros do Brasil no final da parcial e venceram o quarto set por 25/22.
As brasileiras começaram melhores no tie-break e fizeram 5/3. Com um ponto de bloqueio, o time verde e amarelo abriu três pontos (8/5). Neste momento, o treinador norte-americano pediu tempo. O bloqueio das brasileiras incomodava as americanas e o Brasil aumentou a diferença no placar para cinco pontos (10/5). O Brasil segurou a diferença até o final e venceu o set por 15/9 e o jogo por 3 sets a 2.
Seleção do Grand Prix
A ponteira Natália foi eleita a melhor jogadora da competição, a central Thaisa, a segunda melhor jogadora da sua posição, e a atacante Sheilla, a melhor ponteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário