CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

segunda-feira, 21 de julho de 2014

INTER ATENTO AO MERCADO DA UCRÂNIA.

Inter pode superar suposta dependência de Aránguiz, acredita Medeiros

Dirigente confia no tropeço do Cruzeiro durante Brasileirão

Medeiros acredita que Inter pode superar suposta dependência de Aránguiz <br /><b>Crédito: </b> Fabiano do Amaral
Medeiros acredita que Inter pode superar suposta dependência de Aránguiz
Crédito: Fabiano do Amaral -Correio do Povo.

O meia Charles Aránguiz mal retornou ao Inter e já se transformou em um possível problema para o jogo contra o Bahia no próximo sábado. O jogador deixou a partida contra o Flamengo mais cedo, saindo ainda no primeiro tempo por conta de dores no joelho. Consciente dos números desfavoráveis do time sem o chileno, o vice-presidente Marcelo Medeiros acredita que o Colorado tem plenas condições de superar a suposta dependência de Aránguiz.

"Nós também temos estes apontamentos e creio que estes números e a tal dependência do Aránguiz estão aí para serem quebrados. Ele mostrou na Copa do Mundo aquilo que nós já sabíamos, aquilo que justificou a vinda dele para Porto Alegre. O Abel tornou público que o Inter é um time de movimentação e o Aránguiz tem a sua importância, assim como outros jogadores", destacou Medeiros após o duelo contra o Flamengo.

Medeiros comentou que os médicos ainda não sabem a gravidade da lesão de Aránguiz. Segundo o dirigente, o meia voltou a sentir dores na mesma região que foi atingida na Copa do Mundo. "Teremos ainda uma semana de trabalho e vamos ver o que vai ser possível fazer. Vamos ver como ele se recupera", acrescentou.

Na quinta colocação do Brasileirão, o Inter está a seis pontos do líder Cruzeiro. A distância para a equipe mineira ainda não é motivo de preocupação para o dirigente, que aposta em um tropeço da Raposa. "Se o Cruzeiro mantiver este ritmo, ninguém vai alcançá-lo. Eu não acredito que esta intensidade poderá ser empregada ao longo da competição. O importante é que a gente faça a nossa parte", avisou.   

Ex-colorados na Ucrânia

Fred e Rodrigo Moledo são dois jogadores de um grupo de brasileiros que jogam na Ucrânia. A região teve a situação agravada após a queda do voo MH17 na zona separatista do país. Neste domingo, alguns atletas do Shakhtar Donetsk se recusaram a voltar ao país, com medo de um conflito. Medeiros afirmou que a situação de cada um está sendo monitorada, mas por enquanto não há negociação. "É natural que se especule alguma coisa após a tragédia do voo, mas não existe nada. Estamos trabalhando com confiança e tranquilidade neste grupo atual", explicou.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário