CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER

CERRO LARGO FUTSAL/LOJAS BECKER
Cerro Largo Futsal/Lojas Becker -Série Bronze 2017

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

MANO DESCARTA R 49 POR ENQUANTO.

Um jornalista sueco citou na pergunta especificamente o jogo contra o Figueirense, em que Ronaldinho marcou três gols na goleada por 6 a 0, e questionou se ele poderia repetir a história de Kaká. O meio-campista voltou à Seleção depois de dois anos com a justificativa de que era preciso experiência neste momento de instabilidade a menos de dois anos do Mundial.


"Penso que muitos jogadores querem voltar à Seleção, e isso é importante. Recentemente falei que respeito todos os grandes jogadores e sempre é possível esperar grandes realizações deles. Mas não podemos andar em círculos, se não vamos para lugar nenhum. Não podemos chegar em 2014 com as mesma opções de 2010. Estarei olhando se ele estiver jogando bem, mas vamos falar de quem está aqui", disse.

Mano apostou em Ronaldinho como referência técnica principalmente depois da derrota na Copa América 2011. Não deu certo. Sem repetir as boas atuações do passado, ele deixou de ser convocado em 2012 e teve a volta praticamente descartada anteriormente, quando estava envolvido em uma saída conturbada do Flamengo.

"Quanto mais intensa, mais vencedora a trajetória de um jogador, quando você começa a se encaminhar para o ocaso é mais duro, surpreendente. A expectativa era que a carreira fosse mais longa pela condição do atleta em si", disse Mano na época.

Porém, Ronaldinho voltou a jogar bem no Atlético-MG e a lembrança pelo nome dele continua viva. Ainda mais depois da volta de Kaká. Mas como deu a entender nesta quarta, uma nova chance no momento está descartada. Só seguidas atuações acima da média recolocarão Ronaldinho na briga por uma vaga na Copa do Mundo de 2014.

www.terra.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário